Thursday, October 07, 2010

eu não gosto

Eu não gosto das pessoas que precisam explicar tudo a ponto de chegar no desenho do desenho do desenho. Eu não gosto das pessoas que têm medo de onde o assunto possa parar, porque o ponto em que ele deveria parar existe e foi inventado por elas. Se bem que este tipo de pessoa não inventa, e sim decreta, estipula, mata a oportunidade de um coisa ser outra coisa. Eu não gosto de quem subestima, seja lá quem for eu não gosto de quem canta de galo, é arrogante, precisa levantar o pescoço pra não sfuocar entre tantas outras boas pessoas inteligetes e magníficas que existem no mundo. Eu não gosto de quem precisa falar muito de si, sobre si, si si si si... É isso, vira reticência tosca sobre si mesmo, e como numa linha ocupada, ninguém atende. Eu não gosto de quem precisa deter o poder, pra sentir-se tendo poder sobre si mesmo. Eu também não gosto de quem distorce a realidade e se vitima. Eu não gosto de quem não sabe divdir, delegar, confiar. Eu nao gosto de quem não se propõem a ver além. De quem encareta a vida, a arte, a obra. Eu não gosto de quem repete a si mesmo o tempo todo, fugindo da mudança. Eu não gosto de quem quer ser líder, porque eu prefiro quem é líder. Eu prefiro tudo o que é. Tudo o que se inventa. Se joga. Se muda. Tudo o que vive. E eu sei que não se usa "se" em relação ao sujeito no início de frase.

No comments: