Monday, August 09, 2010

cautela

Com o passar do tempo, tudo vem ganhando doses de cautela. Há um pingo de pensamento e ponderação em quase tudo o que se faz e diz. Aquilo que não leva essa pitada, fica a cargo dos impulsos, e é secretamente necessário e indispensável à nossa sobrevivência. O resto todo torna-se uma pisada leve em chão de madeira velha. Sobretudo a escrita. As palavras escritas sobre uma folha de papel, vão ganhando cada vez mais essência e necessidade. Não há como escrever por escrever. Tudo é urgentemente necessário, caso contrário vira pensamento vago, a cargo do esquecimento nos próximos segundos. Por isso reduz-se o número de páginas, mas possivelmente toca-se mais!

No comments: