Wednesday, June 16, 2010

o par errado

Seu eu dissesse, "jamais tire o par errado pra dançar", eu estaria tentando privar alguém, da deliciosa arte de correr riscos nesta vida. Como sou adepta dos riscos, e das janelas abertas pra sorte entrar, não vou dizer isto, mas posso fazer algo tipo: O ministério da saúde adverte; pode né?
Respondi a mim mesma que sim. Então lá vai: muito cuidado ao tirar o par errado pra dançar, ele pode passar uma vida inteira pisando no seu pé, mesmo quando você já não o segura mais nos braços.
Existem pessoas com a real capacidade de se infiltrar na vida alheia de forma que jamais pensam em sair. Eis o perigo, porque mesmo quando parece que sairam, ainda continuam infernizando.
Pros distraídos de plantão - como eu em muitos casos - muito cuidado, tirar o par errado pra dançar pode ser fatal, mesmo quando você já está dançando noutros braços, e pior ainda, mesmo quando ele já baila em outros corredores, ainda assim, perigo eterno.
Se puderem evitar, caso contrário se joga aí na dança, e depois comprem uma vassoura pra mandar o safadinho pra bem longe de vocês toda vez que ele encher o saco!

ps: não me vá ler isso aqui achando que você está fazendo sucesso hein, o fato é que você já expirou em todos os sentidos e não se deu conta! mercadoria fora da data na prateleira do supermercado. vaza mané!

1 comment:

Raquel Stüpp said...

ADOREI ADOREI ADOREI

A-DO-REI.

obrigada
adeus