Wednesday, June 30, 2010

Espinha

O som percorreu a espinha
Dobrou a avenida central do seu coração
Pediu passagem na passarela de samba da sua cabeça

Deixou um recadinho na geladeira
Mas as palavras foram ganhando vida
E o que era pra ser só um aviso
Virou uma poesia de domingo
Início de dia
Início de vida

Ela nasceu pro mundo hoje
Ela gritou bem alto
Achou melhor que chorar
Ela vestiu sua blusa de flores
E saiu de mãos dadas

Os amores todos
Aquela canção lhe fez ousar no verbo
Usou o amor
Usou a paixão
Borrou o batom

No comments: