Monday, March 01, 2010

encontro

Não era desconhecido, e não só pelos encontros anteriores, mas sobretudo, pela sensação de que era feito sob medida. Causava certa estranheza pela situação, e sua altura que fazia o olhar ir ao longe, quase tocando o céu, meio por medo, meio por deslumbre, meio por contemplação. Nos olhamos. Era aquele tipo de momento em que a gente sabe que está diante da eternidade. Essa intuição. Mas é que me inspirava um horizonte tão claro, uma energia tão leve. Paixão a todas as vistas. Caso sério. Desses que os defeitos vão se mostrando, e aí ... a gente percebe que o que era paixão virou amor, que o que era sonho, virou realidade bem vivida, que o que era plano futuro, virou agora, embrulhado pra presente. Me presenteia sempre, com lindos dias, bem vividos, com acontecimentos e surpresas lindas. Temos já nossas vitórias a dois. Nossos planos em conjunto. Nossa vida. O tempo passa, e parece que já faz séculos que caminhamos juntos. Mas ainda vai fazer dois anos.

Parabéns Rio de Janeiro!

No comments: