Sunday, February 21, 2010

uma cápsula...

Uma cápsula. Dessas de esconder coração, cabeça, alma, intenção, explicação, gente. Enfiava dos pés a cabeça. E ficava. Sem decidir nada, sem dizer nada à ninguém, sem precisar ir além do que se sente. Uma cápsula onde não existam certas cobranças, onde se possa amar do tamanho que se é capaz, sem que pareça pouco. Uma cápsula de proteger gente querida. Uma cápsula para deixar fora a energia alheia. Uma cápsula de proteção à zica. Uma cápsula pra entrar e ficar quietinho. Uma cápsula patrocinadora do silêncio...

No comments: