Wednesday, December 23, 2009

senhor 2009

2009 não tem gráfico. 2009 tá se passando, tipo jogo de futebol, aos 57 do segundo tempo. "ô seu juíz, acaba isso logo?". 2009 faz gol nos acréscimos. 2009 chorou dor de amor por um dia só, e aprendeu que pessoas especiais chegam, e suprem nossas expectativas, sem que a gente precise imaginá-las fazendo algo que elas não farão. 2009 veio pra dar uma rearrumada no armário, e tirar quem não serve pra vida toda, da prateleira errada. colegas, colegas, amigos, amigos, passantes, passantes, amores, amores. 2009 calçou pantufa e não saiu de casa por um tempo. curtiu o tédio momentâneo dos dias de chuva, que não cessam. 2009 foi a praia de bicicleta. 2009 definiu seu território. leu seu mapa astral. vestiu-se de sorte. 2009 deu presentes, proporcionou surpresas. correu contra o tempo. destilou preocupações. adoentou amigos. reafirmou parcerias, uniu gente do bem e fez crescer amores ímpares. 2009 é um ano ímpar. 2009 não quer ir embora. ele sabe que foi bom. mas o que chateia ele, é que 2010 será melhor, e 2009 é meio competitivo. 2010 vem com Copa, eleições e por aí vai... ano par. trará pares de coisas boas. 2009 chorou pouco eu diria. as lágrimas ficaram mais quietinhas. 2009 calou-se em momentos oportunos. 2009 encontrou uma paz e uma leveza. 2009 trancou a ansiedade no ármario e as inseguranças no baú. 2009 escreveu muito, e redescobriu um caminho lindo. 2009 viu cenas em palcos, que jamais se apagarão. 2009 criou cenas em palcos que entram pro álbum da vida. 2009 comeu muita pipoca. 2009 reafirmou que afinidade e cumplicidade, são raridades imprescindíveis. 2009 teve preguiça de burrice. 2009 mandou a inveja pastar. 2009 quis se preservar. 2009 vai acabando sob o véu do mistério. 2009 vai acabando com o sabor do beijo. com as borboletas na barriga. com as doces incertezas da vida. 2009 foi saudável até o fim. meio alérgico, mas isso já se espera sempre, e 2010 dificilmente fugirá à regra. 2009 encerrou uma história longa, que não queria se encerrar. 2009 reescreveu páginas, reeditou planos e sonhos, realizou desejos, bobos e sérios. 2009 teve sensações incríveis. 2009 sentiu. sorriu. debochou. tirou onda. pegou sol. viajou muito. ganhou dinheiro. perdeu dinheiro. fez promessas. esperou menos e agiu mais. confiou em si mesmo. 2009 foi um ano ímpar. 2009 já fica na memória, por uma série de momentos. 2009, agora chega, vai embora por favor, que todo ano, quando chega no fim cansa, e todo ano que a recém inicia não caminha direito. então é preciso que 2010 fique mais ou menos em pé, e a gente sabe que isso acontece de maneira efetiva só depois de fevereiro, mas o fato é que, eu terei que pegar na mão de 2010 logo no início, porque já tem muita coisa acontecendo, e ele vai ter que aprender a andar mais rápido, mas o Senhor, 2009, precisa jogar a bengala pro alto e ir ter na janela da memória, porque esticar vida, não faz bem não!

ps: esqueci de que 2009 veio cheio de acordes novos, embalados por um violão velho, que estava fazendo década de aniversário, e nunca havia sido tocado. 2009 tirou a preguiça de lado, e finalmente aprendeu a tocar. já tem três baladinhas treinadas, e vai se despedindo com um violão novo, e promessas de que 2010 as baladinhas se multiplicarão!!!! maior prova, de que, persistir numa vontade é sinal de realização!

No comments: