Thursday, November 26, 2009

pausa

quando a gente não pode dizer também. quando a gente termina antes do dia. quando a gente não sente nada. quando a mesmice ataca. quando a vontade de mudar de lugar invade a sala. quando o amor estranha. quando o coração quer respirar. quando o cérebro funde. quando o calor pesa. quando a ideia não flui. quando alguma coisa fica faltando. quando a gente perde a certeza. quando a gente não quer. quando a gente magoa. quando a gente não sorri de volta. quando a gente bebe muita água. quando a agente sente que não dá mais. quando a gente perde alguma coisa pelo caminho. quando a gente não sabe em qual parte do caminho a gente deixou a coisa toda cair.

ps:. talvez seja assim: quando a gente precisa de um tempo pra gente. só a gente e a gente mesmo. nesse gente, inclui-se o eu, o eu profundo e os outros eus. mas só eu.

1 comment:

Nataly Callai. said...

Marina-amiga-da-raquel!

Ai, adorei. E não é que parece mesmo?
Tu também escreve "a gente". Eu vivo inventando coisas pra "gente" fazer, sentir, pensar.

lindos os textos, marina. ("vamos a feira" é uma coisinha )

vou te seguir, pela feira e pelo blog.

=**
Nataly