Saturday, November 21, 2009

no instante em que se perde tudo

Estranho né?! To pensando um pouco sobre a estranheza da vida. To pensando, especificamente, sobre os instantes da vida, esses instantes em que perdemos e ganhamos coisas, em que tudo muda, vira, em que o livro acaba ou começa. É impressionante como a gente pode ir domir com vontade de abraçar e acordar com vontade de não saber de mais nada. É estranho como um instante da vida muda a forma como você vê um amigo ou um estranho. A confiança é uma obra de muitos instantes ou de um único. Ela se faz ou por muitos instantes somados, ou por uns poucos instantes intensos, mas certamente ela se desfaz por um único instante, e jamais se refaz, jamais. E eu fico triste com isso, em pensar que um único segundo desfaz toda uma história. Mas é o tempo fazendo refém, os sentimentos das mancadas bobas que nos deixamos levar - nesse caso se deixaram levar.
To pensando muito sobre as minhas relações com as pessoas. Pensando muito a respeito da sensação de que eu sou melhor amiga que namorada, parceira, amante, enfim....sei lá a nomenclatura. Eu penso no porquê?! E é difícil achar uma resposta. Talvez porque eu seja fugaz, de tão intensa. Talvez eu gaste o sentimento mais rápido que todo mundo, de tanto que mergulho nele. Talvez porque eu seja estranha, de lua, de dia, sei lá. Talvez porque eu provoque expectativas além do que eu possa oferecer, ou porque eu seja sincera demais e aja da forma que tenho vontade, sem fingir. Talvez porque eu seja egoísta, ou porque eu tenha nascido pra seguir uma trilha minha comigo mesma. Talvez porque eu seja das pessoas que nascem pra ter uma carreira e objetivos mais mundiais. Sinceramente não sei, só sei que, talvez pela amizade não ter a expectativa da perda tão eminente em sí, ela seja mais eterna, mais pra sempre, e mais tolerante, por consequência, com os defeitos, com os momentos e sobretudo com as estranhezas.
Cada vez mais eu me vejo do mundo e em contrapartida da bolha, da concha, da família e de poucos amigos. Eu to cada vez mais pro mundo na minha profissão e no meu desejo de conhecer lugares novos, e cada vez mais recolhida no que diz respeito aos meus sentimentos e aos meus amores. Inversões do tempo, talvez. Ando mostrando mais a cara naquilo que devo mostrar, e mostrando menos naquilo que não devo.
Não sou mais tão romântica - no sentido mais genérico do romantismo - nem me iludo mais com as pessoas. Sigo sempre sendo otimista e humanista, mas sabendo que algumas coisas acontecem mesmo, e outras não mudam. E sigo no meu caminho, sempre com a leveza por perto, buscando ser feliz a cada dia, e alcançar meus objetivos, sem passar por cima de ninguém, sem mesquinharia, sem precisar prostituir meus valores e ideais. Mas hoje, com um pouco de trsiteza, por esses instantes em que perdemos uma amizade, uma confiança, um possível amor, uma relação, uma ilusão. Algumas coisas são irreversíveis, e os instantes podem ser fatais!!!!!

Um texto baseado em sentimentos confusos, na minha imagem ontem no carro voltando pra casa, pensando pela estrada. Pensando na vida, nas amizades, na confiança que não faz o caminho de volta, nas relações que se perdem.
Um texto tomado pelo sentimento de agora. Um misto de frustração com a repetição dos meus próprios sentimentos, e de frustração pela ilusão de que, finalmente, algo em mim fosse por um caminho diferente. Um misto de desilusão pelos planinhos que eu fazia para o fim do sábado e que perderam o brilho dentro de mim. Um misto de coisas e sentimentos, que batendo no liquidificador, talvez não faça suco de nada, nem vire coisa nenhuma.
Mas ainda assim, segue sendo uma pausa para a felicidade, porque toda reflexão, deve servir para que a gente tente ser mais feliz no segundo que se aproxima!!!!

4 comments:

Fabiana Lazzari said...

Sim lindona a reflexão é a melhor amiga em todos os momentos...é porque precisamos pensar nos nossos sentimentos, somos racionais demais...e às vezes é dolorido sim...porque os caminhos não dependem somente do que a gente pensa e sim de tudo o que nos rodeia...mas faça tudo com amor e respeito e sempre terás sucesso.
Abraços e beijos carinhosos com saudades

Lu Holanda said...

não sei se sei, mas sabendo compartilho e sem saber acredito!!!

a frente está a vida como ela é!!!

bjs mil

Anonymous said...

Bonjorno, comendoborboletas.blogspot.com!
[url=http://viagragent.pun.pl/ ]Acquisto viagra generico[/url] [url=http://cialishols.pun.pl/ ]Compra cialis online[/url] [url=http://viagratetb.pun.pl/ ]Comprare viagra [/url] [url=http://cialisiall.pun.pl/ ]Acquistare cialis generico[/url] [url=http://viagraradj.pun.pl/ ]Comprare viagra online[/url] [url=http://cialisantr.pun.pl/ ]Acquisto cialis generico[/url]

Raquel Stüpp said...

vivi e vi um pouco disso, mas acho que perdi o final do outra história.

e assim, a gente vai vivendo.