Thursday, October 22, 2009

amigos

Recebí essas palavras de uma nova amiga, que tem tudo pra ser grande amiga, pelas afinidades e pelo bem querer que estamos descobrindo e construindo:

"Note que os momentos mais deliciosos de nossas vidas são regados à infantilidade. Quando nos apaixonamos ficamos bobos, quando temos um filho ficamos mais bobos ainda, sem contar o fato de que a infância é a melhor fase da vida. Se você fica tão a vontade com alguém, a ponto de contar seus segredos mais esdrúxulos, de ter códigos para se comunicar e de falar e fazer bobagens sem fim, certamente essa pessoa desperta a criança que existe em você, o seu melhor lado, e isso é o que um amigo faz. "

Na hora, mas bem na hora eu me lembrei de alguns rostinhos queridos que estão longe de mim. Pessoas mais que queridas, com as quais compartilhei e compartilho a alma, a vida e o que ela tem de bom, incluindo as coisas tristes também. Lembrei muito, claro, da minha irmandade. Lembrei da crise de riso que tivemos ao telefone, há dois dias atrás. Quase me matei de rir de novo, só de lembrar. Lembrei do quanto é bom ter crise de riso com quem a gente se sente bem, à vontade. Amizade tem a ver com conforto, com o sentir-se bem pra falar as coisas mais absurdas e mais banais. Sentir-se confortável para ser quem se é, sem máscaras, sem medo do julgamento, porque se sabe estar em frente a um espelho, que só vai dar bons conselhos em prol do nosso bem. Ando descobrindo pessoas maravilhosas por aqui, com as quais venho construindo amizades lindas. Ando sentindo muita saudade das minhas irmandades de alma que tenho por esse mundo. Eu não sou de reclamar não, mas se um dia eu virar reclamona, ainda assim, jamais poderei reclamar da falta de amigos de verdade, porque minha vida é repleta deles, daqueles com os quais se pode realmente ser quem se é, a começar pela família, e por aí vai!

Beijos saudosos a todos os meus amigos distantes, pedaços de mim espalhados por aí. E beijo grande pros meus novos amigos queridos, muito bom encontrar vocês por aqui!

2 comments:

Andressa Mehl Lunz said...

AMEI!!!! Arraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaasa meninam!!!!!!!!

quelstupp said...

eu amei esse textinho!!!

te amo mais que oitocentos e trinta e oito trilhões de bois comendo capim juntos!