Monday, September 14, 2009

vida dupla

Eu aprendi que nessa minha vida de muitos lugares, eu terei que lidar melhor com o aqui agora, mais que nunca. Aprendi também, que apesar disso, tenho que respeitar o tempo que a cabeça pede pra se situar onde está, e quase sempre quando ela tá se situando, já tá na hora de partir. Eu saio do Rio, e chego em floripa, mas a cabeça ainda fica no Rio uns dias, por conta de trabalho, amigos, lembranças, sorrisos, saudades. Eu saio de Floripa, chego no Rio, e a cabeça continua em Floripa, pelos mesmos motivos. É fato eu tenho uma vida aqui, mas também tenho uma vida lá, e o negócio é me acostumar. No início eu sempre voltava pro Rio chorando, e era muito triste, sinal de que a vida aqui não estava muito consolidada. Agora eu não choro mais, mas a cabeça coitada, demora pra se situar mesmo, então quando eu chego, seja lá ou aqui, eu demoro pra pousar o pensamento, fico aérea mesmo, vivendo numa dimensão paralela: autisssssta!
Mas eu tirei de lição dessa vez a alegria de perceber o quanto os amigos, mesmo, são amigos independente o tempo e a distância, e o quanto as parcerias artísticas e profissionais, com amigos, rompem as barreiras geográficas. É ótimo estar presente no trabalho de pessoas que eu amo, mesmo estando longe. Enfim...agora que minha cabeça pousou, entre pagamente de contas, supermercado e roupas pra lavar, tá na hora de dar conta de todo o trabalho que eu tenho entre lá e aqui....redecorar texto, escrever monólogo, reorganizar o projeto, produzir Sofia, festival, apresentações, ajudar na Sociedade, e por aí vai.....
Um dia eu me acostumo total a essa vida dupla, porque querendo ou não faz pouquíssimo tempo que estou nela, e eu sempre me exijo demais!

Bjos e boa semana!

No comments: