Friday, June 12, 2009

o preço

Era sobre a saudade que queria falar em público. Preparou bem o "gogó". Preparou bem o discurso. No entanto, no exato momento, só soube dizer, um pouco mais que o início. Com voz embargada, nó na garganta, aperto no peito, pensou: queria mesmo que ali estivessem, aqueles dos quais ele sentia a falta. Mas sabia, que no momento, era preciso seguir em frente no discurso, no contexto, nos novos encontros. Talvez alguns se perdessem pelo caminho, e era assim mesmo que corria a vida. Apenas rezava forte, para sí mesmo, desejando que outros permanecessem apesar de todo o tempo, silêncio, distância e novos acontecimentos.

Nem sempre é fácil fazer escolhas, mas quem disse que era?

Só esperava que não custassem tão caro, até porque andava de bolsos vazios.

3 comments:

Raquel Stüpp said...

vem pra cá, vem.
vem matar um pouquinho a saudade.
depois tu volta pra seguir teu caminho.
vem vem vem
vem vem
vem
vem


edaduas... edaduas....

zumbi hiperativo said...

escolher nunca é fácil. mas acaba sendo divertido. né...
bj bj

Lu Holanda said...

de acordo!!!!

vem vem vem

bjs