Monday, June 29, 2009

corriqueira reflexão

Não há como passar impune das memórias, nem das primeiras impressões.
Quando as memórias são as únicas coisas que restam a alguém, talvez você esteja, certamente, preenchendo o dia de um sujeito que nem imagina. Quando a primeira impressão é ruim, depois de um tempo da relação estabelecida, perceber que a pessoa não é nada daquilo, traz sensação de feliz surpresa.
Quando alguém perde a memória deixa de existir. Quando você esquece mata, quando é esquecido, morreu. Quando se tem uma primeira impressão é porque se está descobrindo algo, quando esta se desfaz, é porque aprofundou-se algo.
Banalidades da vida. Do dia a dia. Coisas corriqueiras.
Certas coisas eu jamais esquecerei, outras no entanto, deleto pra não deixar o capim crescer. Algumas más impressões eu faço questão de averiguar - já ganhei amigos de alma nessa atitude - outras eu simplesmente nem me interesso em desfazer. Algumas boas impressões se confirmam, outras, simplesmente desmoronam.
E assim a vida segue. Depois do banho. Cabelo molhado. Decidindo sempre. Ou só ficando sem fazer nada!

No comments: