Friday, March 13, 2009

todo o sentimento

Preciso não dormir
Até se consumar
O tempo da gente.
Preciso conduzir
Um tempo de te amar,
Te amando devagar e urgentemente.

Pretendo descobrir
No último momento
Um tempo que refaz o que desfez,
Que recolhe todo sentimento
E bota no corpo uma outra vez.

Prometo te querer
Até o amor cair
Doente, doente...
Prefiro, então, partir
A tempo de poder
A gente se desvencilhar da gente.

Depois de te perder,
Te encontro, com certeza,
Talvez num tempo da delicadeza,
Onde não diremos nada;
Nada aconteceu.
Apenas seguirei
Como encantado ao lado teu.

CHiCo BUarqUE.

Talvez num tempo da delicadeza.....quem sabe...

2 comments:

Raquel Stüpp said...

ah chico, chico

Lu Holanda said...

alguns dizem que quem ama demais, sofre mais e quem ama de menos sofre mais ainda...

bjs