Tuesday, July 29, 2008

irmãs...


Achei essa foto perdida lá no meu fotolog falecido...caraca, o tempo passa "muleque" - me atualizando nas gírias "cariocaix".
A gente (aprendi a separar por conta de uma delas) muda demais.Fisicamente - certo que sim - e espiritualmente, ou mentalmente, ou seja lá como quiser chamar. Aliás isso me fez lembrar uma conversa com a outra, sobre as varias fatias da gente, espiritual, mental e por aí vai...
Quanta, mas quanta conversa já foi despejada por lugares aí a fora. Quantas padarias eu já fechei com elas, quantos bares ( nem só de café vive uma amizade)... Quanta lágrima derramada em locais públicos, ou em casa mesmo. Quanto medo compartilhado, segredos, bafão, sonhos, desejos... Decepções inúmeras, bah!!!!
A gente mudou muito, cada uma, e o conjunto também né?! Porque a relação vai mudando com a gente. O melhor é poder olhar pra trás e ver que tudo e todas mudaram pra melhor, muito melhor. E eu fico tão feliz de ver que hoje os medos são outros, que a magreza chegou, que o nariz foi embora (hahahahahaha), os narizes hahahahaha, se mijei...fico feliz de ver que alguns amores chegaram - aham, eu sou devagar no quesito hehe - fico feliz de ver que as asas bateram e a gente vôou. Cada uma a seu modo, no seu tempo...
Por elas eu me alegro como se fosse por mim. Com elas eu me divirto. Por elas eu sofro também. O tempo passou e trouxe tanta leveza, tanta cumplicidade, tanta liberdade, tanto amor.... - estou beirando a breguice!!!
Duas pessoas que a vida me trouxe de maneiras completamente diferentes, mas tendo algo em comum. Amoooo as duas. Amo a amizade. Amo poder contar mesmo de longe. Amo ajudá-las. Amo até sentir saudade. Amo vê-las bem, e torço sempre.
Às vezes as pessoas forçam tanto pra terem as coisas e perdem o melhor delas, a espontaneidade. Tudo que acontece porque tem que acontecer é mais bacana...mas não era nada disso que eu queria dizer.
Talvez eu quisesse dizer que o tempo passa e as coisas mudam, mas certas coisas mudam e vão ficando eternamente com a gente, o que não resiste às mudanças, era certamente efeito de uma fase. Existem coisas maravilhosas que duram certos períodos, e existe aquilo que sobrevive a tudo...ao tempo...à distância...às chatices.......às tormentas!!!!
É assim que a gente ganha história pra contar e espelho. Olhares que refletem a gente, e fazem as palavras dispensáveis. É ótimo ter termômetro pra chatice, e ser termômetro da chatice alheia, é ótimo ter de quem ouvir a verdade e poder dizer a verdade, sem medo, sem mágoas...

Mas que coisa...

Na verdade, isso tudo se resume a: não importa o tempo que passe, eu amo essas duas irmãs, cada uma com um laço de irmandade diferente, mas na mesma intensidade!!!!

O maravilha!!!!

No comments: