Tuesday, July 08, 2008

historinha

Nas calçadas da vida da moça, aqueles passos eram novidade. Passos largos, firmes, barulhentos, que faziam questão de anunciar a chegada. Causava inquietação nos habitantes locais, que em polvorosa, escondiam o rosto deixando um espaço para a espiadinha.

"Perfumoso" - diziam uns.
"Lá vem mais um daqueles"- sussurravam outros.
"E ela, ainda não acordou?" - sepergutantavam muitos.

E o homenzarrão com olhar de menino, caminhava certo do rumo. Buscava distante o ar, e enchia os pulmões como quem não tem medo da vida. O burburinho de gente não lhe assustava, os tambores não lhe faziam parar, ele seguia firme, em direção à...
Ela ainda não havia acordado mesmo. Dormia calmamente, como há muito tempo não conseguia, tinha tido muito trabalho limpando o cantinho da sala, aquele mesmo que ela deixava reservado para visitas especiais. Limpou tanto e tanto, suou muito até retirar o último resquício de poeira acumulada lá. Brilhava novamente. E ela dormiu ali, estonteada de tanta beleza, reparando no que há muito tempo tinha esquecido de ver, por conta do pó.
Num suspiro ela encheu a alma. Adormeceu. Era tanta alegria, paz e beleza. Cheiro de perfume. Flor. Ela queria que o cantinho ficasse um bom tempo assim, vazio de poeira e de enfeites. Vazio mas cheio ao mesmo tempo. Cheio de calmaria, cheio de trasnparência, cheio de vida...
Bateu na porta o moço homem menino. Três batida firmes e precisas.

Suspiro de moça recém acordada.

Enfeites na sala.
Venham ver o novo espetáculo, quem sabe esse não tenha um final feliz....dure eternamente...

No comments: