Sunday, July 06, 2008

caminho

Ser atriz é sempre muito dúbio. O trabalho coletivo mais solitário do mundo. Por mais que se faça junto, o caminho de cada um é só mesmo, sempre numa viagem do interior para o exterior e vice e versa. Mergulhos e mergulhos em si mesmo, leituras, cursos, observações, ensaios, surtos, crises - sim elas fazem parte -, parcerias, reflexões, estudos...
Estrada sem fim, sempre em transofrmação, de chão feito com areia movediça...
A gente afunda muito às vezes, e não tem escapatória. Pelo menos não para os que fogem da superficialidade - muito comum nesse mundinho mundano!!! E o que é que move? - move pra não afundar na movediça (trocadilhos). Mais solitário ainda, porque não se encontra isso em nenhum livro, em nenhum mestre, em nenhum mantra, em nenhuma receita...só dentro da gente, mas bem dentro mesmo. Piegas? Mas fazer o quê se é a verdade!!!

No comments: