Sunday, April 13, 2008

aposentadoria

Então a moça mais uma vez voltava pra casa sozinha, e cansada das mesmas desculpas, cansada da falta de sincronismo, cansada de sentir saudade, cansada de ver casais de mãos dadas, cansada do cenário dos falsos sorrisos, e dessa gente que se diz amiga, mas é toda muito estranha.
A moça andava pelas ruas daquela cidade que já não a atraia, e pensava no vento que batia na cara...
A moça sabia que estava num momento anterior a virada, e que era necessário aturar certas coisas. A moça sabia que o momento atual era todo trabalho, e ela estava mergulhando nisso. A moça trabalhava e buscava aconchego no lar, e nas pessoas queridas que nele habitavam. Mas a moça sabia que ali já não era mais tempo.
Novas caras, novos sorrisos, novos ares, novos mares, novas festas, músicas todas novas, era disso que ela precisava, e teria em breve. Por outro lado a maturidade vinha chegando sorrateiremanete, e isso ela percebia fácil, num gesto simples. O melhor de tudo era estar em cena assim, na plenitude de uma parte.
Vamos trabalhar então, e seguir mergulhada no trabalho, que essa dá mais prazer que o tal do amor. Mais prazer em nível parecido de trabalho. Mais alegrias pro coração. Será que dá pra se aposentar do amor? Ela pensava em querer. Cansada dos rostos, das saudades, do passado,das promessas, cansada das mancadas, das faltas, da ausência, cansada ela seguia, naquele único caminho que ela tinha certeza, e que mesmo sem enxergar o fim, ela sentia-se absolutamente segura - de olhos fechados, em frente ao abismo!!!!

3 comments:

Emerson Cardoso said...

Hummm... que bonito! Será que tem como se aposentar do amor? Ou já estamos aposentados a anos e não sabemos? Será que não nos dão trabalho pra esquecermos dos nossos direitos? Companheira! Uni-vos! Bãooooooo

GPS said...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the GPS, I hope you enjoy. The address is http://gps-brasil.blogspot.com. A hug.

Sandra Knoll said...

parece que estamos num momento universal dos desencontros dos desamores e dos desencantos.