Sunday, April 27, 2008

AnTÔnIO IV

Ah, Antônio está sentado em sua nova poltrona verde. Pensativo, vê da janela o mar revolto. Um lindo domingo de sol, uma linda tarde, um lindo estado de espírito. A música era aquela que lhe lembrava bons momentos. As fotos gastas ele havia substituído por novas, e as cartas antigas estavam na caixa, que ele raramente abria, só quando precisava lembrar.
Aliás, ele tinha aprendido a lembrar com carinho, lembrar boas lembranças, lembrar distante, lembrar sem ser sugado pelo passado. As lembranças não se alimentavam mais dele, e sim ele delas.
O telefone havia tocado. Era um amigo convidando-o para dar uma volta na orla. Antônio aceitou. Largou sua cadeira, suas lembranças, seu mar da janela, e foi ter com o camarada, dar risadas, beber uma cerveja, viver um pouco...e sempre levando-a em pensamento, porque isso era inevitável, mas agora mais leve!!!!

No comments: