Tuesday, March 11, 2008

Ultimamente eu tenho sentido os degraus firmes nos meus pés. Pisando em chão sólido, e mesmo que nublado às vezes, tendo a certeza de que existe algo ali noutro lado - e também pelo caminho. Intuitivamente fui destruindo alguns degraus, e resconstruindo outros, ao longo do tempo, e acabei indo mais na direção desejada. Hoje eu sei que o tempo deve ser utilizado ao meu favor, de maneira que eu domino ele, e jamais o contrário. E é com tempo que a gente constrói esses degraus sólidos, firmes, que levam a algum lugar de fato.
Maturidade?
Sei lá...

1 comment:

Daniel Olivetto said...

será a lucidez?
quando ela vem eu num quero mais deixar ir embora...

tudo de bão aí!

Beijocas
PS: By the way... Alzira voltou