Thursday, December 06, 2007

no quintal

no quintal da minha casa tem um pé de laranjeira.
que às vezes dá limão.
embora eu ontem tenha colhido goiaba.
no quintal da minha casa corre o cachorro que minha mãe me deu.
o nome dele é esquisito.
o periquito é o abraço forte.
e o peixe do aquário chama-se ilusão.
no telhado da minha casa está a minha bola que nunca fui bsucar.
um barbante envelhecido.
um carrinho vermelho.
e o batom da minha irmã.
o telhado da minha casa eu chamei de esquecimento.
e bem no fundo.
debaixo do chão.
onde mora a família do sapo verde.
tem um caramujo escondido.
fica bem dentro da casinha dele.
está sozinho junto dos sapos.
ele não é verde.
ele se chama o saudade.

1 comment:

desértica said...

gostos de seus acúmulos...
gosto da perseverança das palavras...


e.s.q.u.e.c.i.m.e.n.t.o