Friday, March 16, 2007

teclando dr

Eu tenho achado engraçado como as pessoas fogem das relações [não só as de casal] não superficiais. É sério, se reparar bem, você verá um toró de desculpa caindo por aí. "Ai não gosto de cobranças", "Ui detesto ter obrigação", "Ai que saco essas relações que sufocam"!!! Até aí tudo bem, concordo em número gênero e grau, mas o problema é que as pessoas andam querendo muito mais ou menos que isso.
A raça quer pessoas descomprometidas com o lado chato da coisa, mas absolutamente comprometidas com a hora boa, ou com a hora da necessidade [quando a raça precisa]. Tenho ouvido muita balela por aí, tenho visto muita babaquice, e tenho deixado tudo passar perto ou longe de mim. Não ligo mais, só escuto e penso, então tá né, o tempo é o senhor da razão [já diria o orkut].
Noutros tempos eu debateria a questão, eu argumentaria, mas hoje em dia, nem falo nada. Aprendi que na vida é assim, tem quem está com a gente [muito poucos] e tem quem nunca esteve [muitos muitos]. As distâncias são relativas, depende de quem está ao longe, e da vontade que você tem de vê-lo. Sentir-se sufocado, tem mais a ver com a sua falta de capacidade de se entregar [e isso vale pra mim também, que me sufoco tão fácil] do que com a carência da outra pessoa.
Obrigação não cabe em relações sinceras, se você sente-se obrigado, acredite, é porque você ama de menos, não a pessoa que exerce algo sobre você [afinal ninguém faz nada, que não queira, para o qual não receba he he he].
Andei cansando das desculpas que as pessoas inventam. E andei aprendendo sobre mim mesma, que tantas vezes inventei estas desculpas. Andei pensando que se eu não convido alguém pra sair é porque não tenho vontade, e isso quer dizer algo. Acho que convivência é coisa procurada, e a falta dela [quando a distância física não se impõem] também o é.
Ah sei lá...
Só sei que ando cansada por demais dessa coisa de amizade. Dessa coisa de ter um ombro amigo. Dessa coisa de confiança. Dessa coisa toda. Talvez seja muito melhor adotar a fórmula dos que têm um ou dois melhores amigos e nada mais, esse troço de dizer que todos são meus amigos, tem me parecido muito frágil. Cansei!!!
Ah, mas eu tenho duzentos e poucos amigos no orkut, vai ver a relação mais legal hoje em dia seja mesma a de scraps. Vamos teclar uma dr?

1 comment:

emersonguinho said...

eu to ak... eu me preocupo, eu quero compromisso... eu quero a responsabilidade de ser teu amigo! amo t siempre...